Category Archives: 30 menos

Comida e afeto

Bandeja de peixe do Jamie Oliver, adaptada pela minha mãe, que adaptou da Maria

Bandeja de peixe do Jamie Oliver, adaptada pela minha mãe, que adaptou da Maria

Tenho falado aqui há meses sobre levar uma vida mais saudável, me alimentar melhor, sem exageros etc. Desculpa habitual para fugir da dieta, no entanto, são os finais de semana, feriados e, principalmente, festas de final de ano, quando todo mundo dá aquela pisada na jaca e manda todos os exercícios e shakes diet pro espaço.

Pois eu tentei ser bastante ponderada nesse dezembro que passou e confesso orgulhosa que consegui, mas olha… Não foi fácil. A sorte é que eu tenho uma mãe que me compreende e me incentiva na dieta e amigas – sim, amigas, que eu visito todos os dias – virtuais como a Maria, do Diga Maria, que colocaram a mão na massa por mim e fizeram esta receita DIVINA dele, Jamie Oliver, que mais uma vez me encantou.

O resultado? Uma ceia leve e deliciosa que compartilho com vocês agora. Tá, ok, Natal e Ano Novo já passaram, né? Mas é uma receita para o ano todo, vai por mim.

Bandeja de peixe do Jamie Oliver, adaptada pela minha mãe, que adaptou da Maria

Para a bandeja

  • 4 filés de salmão (150 g cada), com pele, sem escamas e sem espinhos
  • 8 camarões grandes com casca (olha, eu sou alérgica a camarão, por isso o eliminei da receita. no lugar, usei batata salsa, a famosa mandioquinha, e olha… sem palavras sobre como ela ficou boa)
  • 1 maço de aspargos
  • 1 limão siciliano ou tahiti
  • 1 pimenta vermelha fresca pequena e sem sementes
  • 1 maço pequeno de manjericão fresco
  • 5 filés de anchova em conserva
  • 4 dentes de alho
  • 2-3 tomates médios
  • 4 fatias de bacon (eu tb não como bacon, mas mantive na receita para as outras pessoas que adoram)
  • Azeite, pimenta-do-reino moída na hora, sal

Coloque numa assadeira – grande e que possa ir pra mesa – os camarões e os filés de salmão com a pele para cima. Se for fazer com a mandioquinha, descasque, cozinhe e dispnha na assadeira. Elimine a parte dura do talo dos aspargos, tempere com sal e pimenta e os coloque na assadeira. Acomode também o limão cortado em quatro. Pique bem fina a pimenta vermelha e a distribua na assadeira junto com as folhas de manjericão. Desmanche os filés de anchova e os salpique pela travessa junto com o óleo da conserva. Esmague os dentes de alho com casca, coloque-os na travessa e regue com azeite. Corte os tomates em quatro e acomode-os. Distribua por cima as fatias de bacon e coloque a assadeira sob o grill quente, na prateleira do meio do forno, por 10 minutos ou até o bacon ficar crocante e o peixe cozido. Dica: se quiser montar a travessa com antecedência, deixe para cortar e colocar o limão na hora de levar ao forno.

Para o molho

  • Folhas de 1/2 maço de hortelã fresca
  • 1 maço pequeno de salsinha fresca
  • 1 dente pequeno de alho
  • 2 colheres (sopa) de vinagre de vinho tinto
  • 1 colher (chá) bem cheia de mostarda Dijon
  • 1 colher (chá de alcaparras
  • 2 pepininhos em conserva
  • 2 filés de anchova em conserva
  • 4 colheres (sopa) de azeite

Coloque num processador – ou num mixer, ou no liquidificador – as folhas de hortelã e as de salsinha (descarte os talos). Junte 1 dente de alho descascado, os filés de anchova, o vinagre, a mostarda, as alcaparras, os pepinos e o azeite. Bata até combinar tudo, experimente e acerte o sabor se necessário. Transfira para uma tigelinha e leve à mesa.

Jamie, Maria, mãe: OBRIGADA!

O post da Maria você confere clicando aqui.

Tagged , , , , , , ,

Sobre prazos e metas

Marilyn: linda, loira e gordinha.

Marilyn: linda, loira e gordinha.

Todo processo de emagrecimento ou é lento, ou é doloroso, ou é sacrificante, ou todas essas coisas juntas. Não tem escapatória. Emagrecer é muito mais do que fechar a boca, praticar exercícios e contar calorias. Emagrecer é quase um estado de espírito em que você se encontra, ciente de que, para chegar ao peso ideal, sua vida não vai mais ser a mesma.

Quem diz que “come de tudo e não engorda” não faz a mínima ideia do que é, para quem tem problemas de sobrepeso e obesidade, emagrecer. A minha vida inteira foi assim: dieta atrás de dieta, decepção atrás de decepção.

Digo isso porque quem faz dieta sempre espera um milagre. Meu sonho, por exemplo, é ir dormir um dia e acordar magérrima na manhã seguinte. Quem nunca?

Pois bem, nessas, a gente estipula prazos malucos e metas absurdas que, se forem cumpridos, certamente te deixarão carente de nutrientes ou, pior, se não forem, o que é a coisa mais natural do mundo, te farão ficar frustrada e se sentindo a pior das fracassadas. Eu já experimentei as duas coisas.

Em um determinado período da minha vida, emagreci 17 quilos em menos de um mês simplesmente parando de comer. Sério. Eu não comia nada. O que aconteceu? Oras… Além de meu cabelo cair minha unha quebrar, minha pele ficar sem brilho e meu ciclo mestrual se desregular inteiro nos meses seguintes, a mudança foi tão radical e rápida que eu me olhava no espelho e não me achava magra. Legal, né? O resultado foi a história que já cansei de contar aqui: nos três anos seguintes eu engordei os 17 quilos e mais 13 adicionais.

A outra experiência, no entanto, é mais comum, porém não menos perigosa. Ao estipular emagrecer 5 Kg por semana, e subir toda sexta na balança e ver que nada disso aconteceu, a gente se sente derrotada e vai descontar as mágoas no primeiro pão doce que aparece na nossa frente. C’est la vie.

Para terem uma ideia, depois que estipulei emagrecer 30 quilos até o casamento da minha irmã, o que notoriamente não aconteceu, engordei mais 2 quilos. Frustrante? Imagina…

O que eu tiro disso tudo é simplesmente a introdução deste texto: emagrecer é um estado de espírito. Posso até ter uma meta, mas cumpri-la significa mudar toda minha vida e não simplesmente um período louco de abstenção e fome. Agindo assim, completo uma semana de exercícios físicos contínuos e de alimentação balanceada. A balança? Bem… Daqui uns dias me verei com ele. Volto para contar.

Tagged , , , , , ,