Fashionismo e deslumbre, uma reflexão

Detalhes que fazem a diferença

Uma coisa que sempre quis ter na vida foi estilo, mas sempre achei que me faltava uma certa grana pra isso.

Por muito tempo, o excesso de peso e a falta de informação me fizeram ir pelas escolhas mais óbvias, menos criativas, e que nem me valorizavam tanto assim. Foi só quando eu emagreci quase 15Kg em apenas um mês (eles voltaram todos, acredite), que passei a desenvolver um certo senso fashion que, garantem os amigos mais queridos, carrego até hoje.

Pra mim, a moda foi responsável pelo meu re-conhecimento. Sou muito melhor resolvida e sei que a roupa certa – e o sapato certo também – podem mudar o dia de uma mulher.

Não. Não vou aqui justificar a indústria da moda, dizer que se trata de algo além de roupas lindas e acessórios bárbaros, mundinho hype e carões pretensiosos nas baladas de Milão. Não. Vou dizer que, depois que comecei a entender o meu corpo, a saber quem eu realmente era e ter noção de que não só por palavras e gestos nos comunicamos, que me dei conta que me vestir adequadamente poderia fazer toda a diferença na tal da mensagem que gostaria de passar (sim, os estudos em comunicação e semiótica também contribuíram para tal fato).

Teve uma época, no entanto, que fiquei meio neurótica. Blogs de moda ocupavam minha barra de favoritos como se não houvesse amanhã. Das deslumbradas Garotas Estúpidas às chiquérrimas meninas do Petiscos. Parei. Estava me tornando tudo aquilo que jornalistas caretas, e sempre mal vestidos, mais odeiam: uma figura afetada do mundo hype. Parei.

Foquei meus interesses no trabalho. Ganhei uma promoção. Foquei meus interesses em mim mesma, encontrei o homem com quem estou casada. Foquei meu interesse nos estudos, voltei a lecionar. E se tudo isso não me embarangou, é porque ter cérebro, meu povo, é mais importante que qualquer Chanel couture no armário.


Ps.: E, claro, uma ajudinha dazamiga também conta.
Pra não perder o costume, olha que lindeza esse catálogo da Paulinha, amiga habilidosa que faz coisas que leva qualquer mulher ao delírio:

Catálogo Coisinhas

Eu mesma tenho três peças da linha: a tiara de lacinho, os botões e a tiara dupla-face. Muito prática. Tudo a precinhos camarada, garanto.

Preços

Advertisements
Tagged , , , , , , ,

4 thoughts on “Fashionismo e deslumbre, uma reflexão

  1. وایی: Paula Almeida

    Obrigada Agnes, curti muito a matéria, e olha que também já fiquei nessa de só blogs de moda, um vicio…mas já faz 14 meses, 3 dias e 5horas que estou bem kkkkkkk

    E meninas, olhem o catálogo….você vão adorar!!!

    BjO.

  2. وایی: Adriana Claudia

    Gui, sua tchã nã nã! hahahaha

  3. […] isso. Sou, como muitas mulheres mundo a fora, apenas interessada pelo assunto. Não sou aficionada, já disse isso aqui, mas gosto de saber da história, das tendências, dos estilos… E estou sempre de olho nas […]

ځواب دلته پرېږدئ

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / بدلون )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / بدلون )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / بدلون )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / بدلون )

Connecting to %s

%d bloggers like this: