Abrindo a geladeira

Quase 10 dos meus 26 anos passei morando sozinha. Por sozinha entende-se em república de estudantes, pensionato, meia pensão e agora, finalmente, no meu apartamento, com o marido e a filha, uma vira-lata adotada chamada Nêga.

Como qualquer pessoa que se atreve a abrir mão do conforto da casa dos pais, seja por necessidade, busca por independência ou seja lá qual for o motivo, pude, nesse tempo, desenvolver algumas técnicas para sobrevivência doméstica.

Miojo incrementado, pizza no pão de forma, milk shake sem sorvete e todas as improvisações gastronômicas são corriqueiras. Desafio mesmo é acordar atrasada, arrumar o quarto, limpar o cocô do cachorro, lavar a louça do dia anterior, pendurar a roupa no varal, preparar o almoço e, ainda por cima, chegar linda e loira no trabalho.

Tudo bem que eu sou morena. Tudo bem que meu marido é lindo e me ajuda com as tarefas. Tudo bem que nem é tão difícil assim… Mas quem nunca saiu de casa com a roupa meio amassada por preguiça passar a ferro que atire a primeira meia suja.

Esse blog foi criado assim, para compartilhar um pouco dessas experiências com quem por ventura cair aqui para ler. Sem pretensões, sem querer ensinar nada a ninguém; afinal, o que mais aprendo a cada dia, é que cada um se vira com a dispensa que tem.

Sobre mim, basta saber que sou leonina (Até mesmo com essa a mudança maluca que inventaram para o Zodíaco) e jornalista, e isso, pelo menos no meu mundo, já significa bastante coisa.

Advertisements

ځواب دلته پرېږدئ

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / بدلون )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / بدلون )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / بدلون )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / بدلون )

Connecting to %s

%d bloggers like this: